ELETRICISTA NA VILA MARIANA SP

(11) 97714-7427 (11) 4235-1837
eletricista na vila mariana sp

Eletricista na vila mariana SP

A vida de quem mora na cidade de São Paulo muitas vezes é cheia de imprevistos. A rotina de repente pode ser interrompida por algo que aconteceu, e que não estava previsto para acontecer, como uma queda de energia, um eletrodoméstico que queimou, e outras situações desconfortáveis que podem acontecer no nosso dia a dia. Nesse momento é sempre bom ter alguém com quem contar para se livrar dessas enrascadas, não é mesmo?

Existem problemas muito comuns que qualquer pessoa é capaz de resolver. Mas quando você olha para aquele pequeno ou grande problema e não consegue arrumar? Essa é a hora de chamar um eletricista especializado, técnico e organizado para determinar qual a melhor solução para o seu problema.

Na vila Mariana, em São Paulo, existem ótimos profissionais, qualificados e prontos para atender às suas demandas. Existe uma sensação pior de chegar em casa depois de um dia cansativo de trabalho e perceber que não tem energia? Pior ainda, ver que em todos os vizinhos tem energia, exceto em sua residência?

Quais as qualidades de um bom eletricista em Vila Mariana SP?

  • Técnico
  • honesto e íntegro
  • Organizado e ágil
  • Limpo e prudente
eletricista na vila mariana
eletricista na vila mariana

Como encontrar o eletricista certo na vila mariana SP

Tem um problema em mãos? A energia está vindo muito alta? Essa é a hora em que você decide se irá gastar muito mais do que arrumar o que está estragado, ou se economiza um bom dinheiro. Nessas horas você precisa tomar grandes decisões e muitas vezes essas decisões irão requerer de você grandes escolhas, como por exemplo:

  • Quanto vou poder pagar?
  • Qual o melhor: preço ou qualidade?
  • Esse ou aquele eletricista possuem referências?

Quando você vai pensar em pagar um eletricista, você precisa se perguntar antes, qual o tipo de orçamento que você irá querer, se será um orçamento de valor mais alto, porque é de qualidade, ou se é um mais barato, porque a grana está apertada, mas que não fará um serviço tão bem feito. Pensar no valor que, e quando eu digo valor, não é sobre dinheiro, mas sim sobre o valor agregado em segurança, competência e qualidade é tão essencial quanto o trabalho a ser feito.

Agora no âmbito de valor real, quanto você está disposto a pagar pela mão de obra do profissional? Ele irá deixar a sua casa mais econômica, mais iluminada, ou mais segura, e tudo isso gera um valor.

Quando você pensa em eletricista, você precisa levar em consideração um fator crucial: a referência. Quais foram os trabalhos que o eletricista já prestou? Ele tem experiência em fazer esse ou aquele trabalho? Ele possui os requisitos mínimos de clientes já atendidos na sua região? Ele vem de uma boa referência em outros clientes já atendidos? Ele trabalha de acordo com as normas técnicas regulamentadoras, sendo neste caso as NBR? Dos clientes que ele já atendeu, ele te indicou, para que fizesse esse ou aquele serviço e que não fizesse aquele outro?

Tudo isso precisa ser levado em consideração na hora de contratar um eletricista na Vila Mariana em SP, porque é como diz aquele ditado: às vezes o barato pode custar muito mais caro. Então procure as melhores empresas, os melhores profissionais.

Aqui na (empresa Eletricista Rápido) nós temos todas as qualidades agregadas, unidas ao que chamamos de trabalho de qualidade. Experimente o serviço e decida por si só, se é ou não de qualidade.

 

Manutenção elétrica corretiva na vila Mariana SP

Você sabe como funciona uma manutenção corretiva? Nesse trecho, vamos te ensinar, te mostrar como funciona uma manutenção corretiva, passo a passo, e porque ela pode sair mais cara do que as outras, como a preventiva.

A manutenção corretiva serve para evitar danos mais graves à energia elétrica de sua empresa ou residência. Quando você faz uma manutenção preventiva é para evitar que possa ocorrer algo mais grave, economizando um bom dinheiro. Quando você parte para a manutenção corretiva, é um sinal de que as coisas já não estão tão boas.

Como o próprio nome indica, ela é um tipo de manutenção para corrigir possíveis danos que já tenham ocorrido ou iniciado na maioria dos casos. Quando o cliente faz uma manutenção corretiva, ele gasta bem mais dinheiro do que se fosse fazer uma manutenção preventiva.

Mas você sabe o que é necessário para fazer uma manutenção corretiva?

Para começar você precisa de uma equipe que tenha consciência do trabalho que irá ser feito além de conhecimento. O ideal é que essa equipe, ou profissional, caso você tenha um estabelecimento pequeno, avalie quais são os possíveis riscos que os seus eletrodomésticos podem ter caso não seja feita manutenção corretiva.

Outro ponto muito importante é que existem dois tipos de manutenção que podem ser feitas na sua empresa ou residência: PLANEJADA e a NÃO PLANEJADA.

Na manutenção planejada, também conhecida como manutenção preventiva, ocorre apenas quando houve uma falha ou avaria em algum eletrodoméstico, porém ela foi feita de forma programada. Conclui-se ao fim que esse tipo de manutenção não atrapalha na produção ou continuação dos afazeres do dia a dia.

Na manutenção não planejada acontece o contrário, algo já aconteceu e esse não estava feito de maneira programada, e essa mesma manutenção tem custos muito alto, pois é aquela em que você sofre um apagão durante um período longo, ou aquele em que você precisa parar toda ou grande parte da produção, visto que esses não têm continuidade sem o funcionamento daquele.

Conclusão

De toda maneira é sempre bom evitar que a manutenção corretiva ocorra de forma não previsível. O ideal é sempre procurar uma equipe ou profissional especializado para que seja feita a manutenção preventiva ou então a manutenção corretiva previsível.

 

 

Manutenção elétrica preventiva na vila Mariana SP

Você já precisou fazer uma manutenção elétrica preventiva na Vila Mariana em São Paulo?

Se você já precisou de um ótimo eletricista na vila Mariana em São Paulo e não encontrou esse artigo é para você. Encontrar bons profissionais muitas vezes é um grande desafio, não conhecemos ou não estamos adaptados com a área que precisamos.

Mas não se preocupe, a partir de agora você vai descobrir como encontrar um eletricista de qualidade, técnico e bem preparado para melhor atender você e resolver aquele grande problema sobre a sua energia.

  • O valor está alto encontro eletricista correto;
  • A energia está caindo sempre encontro eletricista correta;
  • Vou ligar um móvel e a energia cai resolva com eletricista correta.

Seus bens materiais são tão importantes quanto a sua saúde? É muito bom cuidar da sua saúde, mas também é necessário cuidar da sua casa, da sua rotina e do seu descanso. Na vila Mariana existem profissionais qualificados para resolver aquilo que para você é um grande problema.

Como instalar um chuveiro, consertar uma tomada, trocar um disjuntor não será mais um problema para você, depois que você encontrar o eletricista correto. Moro em Vila Mariana e preciso de um eletricista? Procure a empresa Eletricista Rápido.

Descubra porque nós temos a melhor manutenção preventiva, porque você precisa fazer uma o mais rápido possível.

Quando é necessário fazer uma reforma elétrica na vila Mariana SP

Você sabe quando é feita a instalação elétrica em uma residência? Geralmente acontece quando é feito o projeto da casa, fazendo todas as instalações elétricas de acordo com o que o eletricista ou dono da residência decidir. O problema é que a maioria das pessoas que vão construir não estão presentes no ato da construção. O que fazer quando começa a ter problemas até problemas na energia elétrica da minha residência?

Caso a energia instalada não seja de qualidade com o passar do tempo é necessário fazer uma reforma elétrica na sua residência. O que muitas pessoas não sabem muitas vezes, é quando e como fazer, e muitas vezes nem saber o porquê fazer.

Uma reforma elétrica poderia evitar danos muito altos como incêndios elétricos, entre outros tipos de acidentes relacionados à energia. Além de uma baita economia porque se você perder alguns móveis da sua casa devido às quedas constantes de energia um baita prejuízo.

Para saber se é a hora de fazer uma reforma elétrica na sua residência fique atento, se tem algum desses sinais em sua residência:

Fios descascados

Muitas vezes, fios descascados podem gerar choques e eles podem estar espalhados por toda a casa, além de provocar curtos-circuitos e choques elétricos, descargas elétricas eles são sério risco à saúde.

O importante nesse caso é sempre ter fios de qualidade que estão sempre em bom estado de conservação, sem corrosão, sem estar descascado ou sem estar enrolado.

Alta temperatura

Caso a temperatura esteja elevada em tomadas, disjuntores e tomadas, se você sente eles aquecendo, é um sinal de que você precisa fazer uma reforma ou chamar um profissional para verificar a alta temperatura.

Afinal não é normal que uma tomada esquente é você colocar algum eletrodoméstico nele.

Ligação de tomada e disjuntores

Fazer ligações diretas e arrumar os disjuntores é um sinal de que você precisa fazer uma reforma elétrica na sua residência. Acontece que essas ligações diretas podem influenciar diretamente no consumo da energia e também influenciarem como como energia conduzida na sua residência.

Instalar muitas tomadas na residência ou também colocar muitos móveis elétricos em uma tomada é um sinal sério de que você precisa de uma reforma. O ideal é que se coloque apenas um eletrodoméstico por tomada.

Os disjuntores desarmam com frequência

O que acontece quando os disjuntores desarmam com frequência ou você tem muitos fusíveis queimando constante? Isso é um sinal de que sua energia está sendo sobrecarregada e quando isso acontece é sinal de que tem energia excessiva passando pelos condutores de energia. Se está acontecendo com frequência na sua residência é sinal de que você precisa da ajuda de um profissional para avaliar energia e olhar a energia que está sendo conduzida na sua residência.

 

Tomadas e disjuntores próximos a pias e torneiras

Esse é um baita problema não é mesmo? 3 tomadas próximas a pias podem resultar em panes elétricas e até mesmo choque em pessoas que estiverem usando a tomada caso as mesmas fiquem molhadas. Se você tem tomadas que são usadas com frequência próximas a pias e torneiras é um sinal de que precisa fazer alguma troca para fazer a revisão nesses locais.

 

Choques

Se ao tocar em alguma coisa você leva choque é evidente que a energia está sendo transferida para fora. Isso é um sinal de que sua energia está com problema e é um sinal de que você precisa fazer algo a respeito para evitar problemas maiores como a perda de eletrodomésticos ou dar choque em alguém.

Caso tomada esteja dando choque colocar uma proteção na tomada até que se encontre um profissional é uma saída.

 

Cheiro de queimado

Se ao sentir cheiro de queimado ou notar cabos derretidos em algum local da sua residência chame um profissional imediatamente pois é um forte sinal de que sua rede elétrica está recebendo mais energia do que deveria.

Oscilação de energia

A energia está oscilando e com quedas constantes? Procure saber o que está acontecendo, chama um profissional, peça para ele avaliar o que está acontecendo, sua rede elétrica pode estar com um grave problema na passagem de energia para sua residência.

 

Importante: mesmo que a energia elétrica seja feita nova, no ato da construção da casa, o ideal é que seja feita uma revisão a cada 5 anos para avaliar o que precisa ser trocado e o que precisa ser feito.

 

É necessário ter aterramento em casas, apartamentos, comércios, empresas, prédios na vila Mariana SP?

O aterramento é muito importante, segundo a NBR 5410 – instalações de baixa tensão, norma que regulamenta a instalação de aterramento elétrico, existem três funções principais para o aterramento. Antes de prosseguir vamos destacar para que serve um aterramento em casas apartamentos, empresas e prédios. O aterramento nada mais é do que uma espécie de proteção para eletrodomésticos, pessoas, quaisquer outro tipo de material que tenha descarga elétrica.

  • Protege pessoas à sua volta de descargas elétricas, visto que absorve a descarga elétrica transferindo-a diretamente para Terra
  • O aterramento também protege equipamentos contra possíveis picos de sobrecarga.
  • Ajuda no bom funcionamento de outros elementos condutores de energia como fusíveis, disjuntores e tomadas, visto que a energia é conduzida para Terra.
  • Protege as pessoas dos raios.

 

O aterramento elétrico é uma das maneiras mais seguras de proteção de residências, prédios e empresas. Como o próprio nome indica, aterramento elétrico é feito diretamente na terra. Ele protege todos esses locais contra possíveis descargas elétricas raios entre outros.

Mas eu preciso mesmo fazer o aterramento da minha empresa?

Segundo a lei 11337 de 26 de julho de 2006 o aterramento elétrico é obrigatório. No âmbito de residências o uso de aterramento ainda não é tão comum, mas para empresas por ser obrigatório e ter inspeções com frequência, se torna obrigatório ter um aterramento.

O ideal é quando você for construir, você procurar uma empresa onde vai planejar tudo que você precisa em sua obra. Até mesmo fazer o aterramento elétrico para sua proteção e de tudo aquilo que você está construindo. Afinal, ninguém quer perder os aparelhos ou eletrodoméstico entre outros. Fique atendo ao realizar uma construção, o melhor é fazer todo planejamento ou até mesmo contratar um engenheiro para cuidar de cada detalhes que uma obra precisa aqui na vila mariana SP.

Tipos de aterramentos

TT – Considerado o mais eficiente, se relaciona ao modelo de três pinos. Nesse caso, o terceiro pino é conectado ao aterramento, garantindo que os equipamentos sejam aterrados.

TN-S – Pode ser relacionado ao modelo de tomada de dois pinos, onde os fios neutro e condutor estão ligados a um mesmo pino, porém sua distribuição é separada.

TN-C – É o menos recomendado de se usar, pode se relacionar com a tomada de dois pinos, sendo neste caso, condutor e neutro sendo distribuídos em um mesmo condutor.

 

 

Manutenção corretiva e preventiva em quadro ou painéis elétricos na vila Mariana SP

Empresas e pessoas que irão trabalhar com energia em São Paulo precisam se preparar para lidar com os problemas de quadros ou painéis de energia elétrica. Sendo que os mesmos não podem ser feitos de maneira descuidada, nem sem conhecimento e técnica prévia.

Devem ser pensados antecipadamente em suas manutenções para evitar danos mais graves. A equipe especializada pode adotar um sistema de manutenção preventiva, evitando assim uma espécie de manutenção corretiva.

A manutenção de quadros ou painéis garante que a energia seja distribuída da forma adequada. Essa manutenção evita quaisquer danos ou falhas elétricas que distribuem carga elétrica. O quadro elétrico pode receber vários tipos de energia elétrica, alguns de alta tensão, por isso a manutenção é sempre feita cautelosamente. Um exemplo desses de carga alta de energia é o elevador.

Cargas mais pesadas que “esbarram” na resistência das conexões, e podem acabar afrouxando os parafusos devido aos choques de forças. Com os parafusos frouxos, o consumo de energia se eleva de forma exponencial, gerando mais gastos sem necessidade. Por outro lado, quando a manutenção preventiva de quadros elétricos é realizada, ela garante:

  • Limpeza no painel;
  • Reajuste de conexões;
  • Medição de grandezas elétricas;
  • Verificação de temperatura;
  • Inspeção das conexões.

 

Disjuntores modelo nema por disjuntores modelo din.

Os disjuntores são um sistema de segurança próprio para atuar na prevenção de sobrecargas e curtos-circuitos em uma instalação elétrica.

Você provavelmente já ouviu falar do termo: “A chave caiu”.

É comum, que o disjuntor desarme em altas cargas de energia elétrica. Em caso de chuvas com muitos relâmpagos, e raios é comum que a chave caia, ou até mesmo em casos que há mais passagem de energia do que deveria. Os modelos DIN e NEMA fazem essa proteção de residência e vamos falar um pouco sobre eles.

Veja as vantagens em ter o Modelo DIN

O disjuntor DIN tem capacidade de interrupção de 4,5 KVA. Esse possui disparo independente, que atuam de maneiras independentes do valor da corrente, sendo um contra curto circuito e outro contra sobrecarga.

Geralmente possuem resposta mais rápida, eficiente e ágil que o modelo NEMA.

Veja as desvantagens em ter o Modelo NEMA

Esse tipo de disjuntor é feito em baquelite, com resina resistente ao calor e considerado estável.  Sua capacidade de interrupção é de ⅔ do disjuntor tipo DIN (por volta de 3KVA). Esse modelo de disjuntor tem o disparo tardio, e muitas vezes eles falham ou travam. Na maioria das vezes acontece o que é mais temido na eletricidade o incêndio elétrico.

 

Qual a melhor escolher entre os dois: DIN ou NEMA

Essa escolha deve ser feita com a orientação de um especialista para que se evite danos graves ao local onde for instalado, e para que os mesmos sejam usados com as suas frequências corretas. Então, sempre que for fazer esse tipo de escolha, conte sempre com a ajuda de um especialista eletricista. Mas fica aqui o a escolha da grande maioria dos eletricistas, modelo: DIN.

Aqui na (empresa Eletricista Rápido) você tem profissional qualificado, com boas referências de mercado e garantia do melhor trabalho.

Dispositivos DPS – o que é? Vantagens e desvantagens

DPS ou Danos de proteção de surto, foram desenvolvidos para proteger o sistema elétrico e aplicações contra sobretensões e impulsos de correntes, bem como descargas e atmosféricas e chaveamentos.

Dentre suas principais vantagens, podemos destacar:

  • proteção das instalações elétricas;
  • manutenção do funcionamento dos equipamentos;
  • redução de danos ocasionados por descargas atmosféricas.

Já os erros mais comuns são encontrados em instalações mais longas quando o dispositivo fica conectado a qualquer barra equipotencial.

 

 

Trocar tomadas antigas por modelo de tomadas de três pinos na vila Mariana SP

Você mora em residência e ainda sofre com os eletrodomésticos novos por causa das tomadas? Talvez seja a hora de fazer essa mudança. As tomadas de 3 pinos se tornaram obrigatórias para empresas ou residências a partir do ano de 2001, porém para residências, essa lei só entrou em vigor em 2011. O que acontece é que muita gente, mesmo nem sequer pensou em fazer a troca, porém sofrem com os novos eletrodomésticos que chegam em suas residências.

Antes de começarmos a tratar sobre a troca, vamos te contar para que serve a tomada de 3 pinos.

A tomada de 3 pinos chegou ao Brasil por volta dos anos 2000, sendo obrigatória para residências e empresas. A grande verdade é que nunca existiu um padrão internacional de tomadas. O que aconteceu é que cada país criou seu modelo de rede elétrica e definiu quais os plugues que seriam usados, após a ABNT ouvir as indústrias adotou o padrão de 3 pinos, que passou a vigorar no país.

 

Vale a pena fazer a troca da tomada antiga pelo modelo de 3 pinos?

Segundo o INMETRO, a tomada de 3 pinos garante mais segurança aos usuários, primeiro pelo fato de ser padronizado, e segundo pelo fato de o segundo pino funcionar como uma espécie de TERRA. O padrão adotado, de certa forma, trouxe um pouco mais de segurança aos usuários e aos profissionais.

Então sim, vale a pena trocar o modelo antigo, para garantir mais segurança e mais comodidade para o seu dia a dia.

 

instalação ou manutenção em chuveiro elétrico na vila Mariana SP

Como fazer a instalação e manutenção do seu chuveiro elétrico

É sempre importante antes de mais nada colocar a sua segurança em primeiro lugar, mas sendo feito isso da maneira correta, você estará quase apto a instalar um chuveiro em sua residência, e se mesmo após esses passos a passos você ainda não sentir segurança em fazer, o ideal é que chame um profissional qualificado, que tenha toda e técnica e conhecimento necessário. Vamos ao passo a passo?

Ferramentas necessárias para a instalação do chuveiro:

  • Fita veda rosca;
  • Chave Phillips;
  • Chave de fenda;
  • Fita isolante ou conector elétrico;
  • Alicate
  • Escada
  • Chuveiro com voltagem adequada à sua região 110 ou 220 V

Instalação

  • Desligue a rede elétrica

O primeiro passo e mais seguro a se tomar na instalação de um chuveiro elétrico é desligar a rede elétrica. Seja ela isolada ou o padrão da casa inteira, é essencial que no ato da instalação esteja tudo desligado.

Após feito o desligamento é importante fazer o teste de qualquer maneira para saber se há ou não a passagem de corrente elétrica.

  • Iniciando a instalação

Você já sabe qual a tensão da sua rede elétrica, correto? 110 ou 220V. Observe no ato da compra do chuveiro se ele equivale com a tensão da sua rede elétrica.

Antes de fazer o encaixe passe o veda rosca em volta do cano do chuveiro para evitar qualquer vazamento de água que possa ocorrer. Enrosque o chuveiro, entre 5 e 8 voltas no cano para que ele fique bem firme.

  • Conectando os fios elétricos

Já foi feita a verificação se há energia passando nos fios. Verifique se o fio terra está conectado ao sistema de aterramento.

Com o auxílio de um alicate, desencape os fios que irão ser conectados. A única observação nesse caso é o cabo de aterramento. Caso tenha aterramento em sua residência, eles também ficam conectados, e os demais cabos de alimentação conforme precisem ser conectados.

  • Dando acabamento e fazendo o teste

Agora você já acabou todas as instalações e conexões. É hora de testar se funcionou correto?

A primeira indicação é que isole os fios de alimentação bem isolados e que os proteja de qualquer umidade que possam pegar. Você pode usar o auxílio de uma caixinha, se tiver, de tomada vazia.

O segundo passo aqui é ligar o chuveiro no modo frio, e deixar a água correr por um período de tempo. E assim, verificar se há algum vazamento nas conexões, ou algum outro problema que tenha “escapado” de seus olhos.

Após isso basta ligar a energia e colocar o chuveiro no modo que você desejar, inverno ou verão dependendo da região em que você mora.

Pronto, agora você pode tomar um banho quentinho, seu chuveiro está instalado.

Como escolher o chuveiro ideal

O chuveiro ideal é aquele que se adequa melhor à maneira que você gosta. Você gosta de uma ducha? Ou uma ducha com menos vazão? Tudo isso influencia no modelo que você irá adquirir. Aqui vão algumas dicas:

  • Vazão de água e pressão
  • Chuveiro de parede ou de teto
  • Tamanho do espalhador
  • Tipo de jato d’água
  • Modo de limpeza e durabilidade

Acima são considerações que você precisa escolher antes de comprar um chuveiro elétrico.

Existe um disjuntor exclusivo para o chuveiro?

Saber o disjuntor correto para o chuveiro pode ser uma boa dica de economia. O dimensionamento muitas vezes pode acarretar em graves problemas de energia, podendo causar incêndios, entre outros. Você precisa colocar o disjuntor em primeiro plano na hora da instalação porque é ele quem vai segurar a corrente elétrica que estará passando.

Determinar qual a fiação que será utilizada também. Mas não se preocupe, essas informações sobre o fio e disjuntor a serem usados vem na descrição do chuveiro que está sendo comprado, por isso é sempre bom dar uma verificada nessas informações.

Circuito elétrico exclusivo para o chuveiro

Existe aquele velho ditado de quem diz: ‘aqui sempre funcionou assim, vai continuar”. Mas já te aviso, é sempre bom, mais seguro e mais confiável que você tenha um circuito elétrico para cada chuveiro da sua residência. Essa é uma das maneiras mais tranquilas de manter seus eletrodomésticos, sua segurança e saúde em segurança. Todos os chuveiros da sua casa ainda estão conectados diretamente à rede? Talvez seja hora de revisar tudo isso. Chame um especialista.

Como economizar na hora do banho

Em uma pesquisa realizada pelas organizações das nações unidas, cada pessoa precisa de em média 3300 litros de água por mês para satisfazer suas necessidades, e em média 110 litros de água por dia para consumo e necessidade do dia a dia. No Brasil, esse número pode chegar a até 200 litros de água por dia.

Mas, de qualquer forma, existem meios de economizar alguns litros de água por dia, e em um mês, muitos litros de água. Vamos conferir as dicas:

1 Tomar um banho mais rápido. Muitos litros de água podem ser economizados se o consumo diminuir de 20 para 10 minutos.

2 Enquanto estiver se ensaboando durante o banho, uma boa dica é desligar o chuveiro.

3 Para as mulheres, pode-se economizar água desligando o chuveiro enquanto lava os cabelos.

4 Coloque um balde para reter a água do chuveiro enquanto ela esquenta, após isso utilize essa água para lavar o banheiro ou então colocar em alguma planta.

QUER MAIS ELETRICISTA RESIDENCIAL?

error: Content is protected !!